sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

 SOLIDÃO




Solidão

Momentos de solidão
Na vida quem os não tem,
A dor dessa punição
A nossa alma contém.

Um ser assim limitado
Pelo pungir da ausência
Fica só e magoado,
Ferido pela carência.

De noite o brilho da lua
No fundo da alma ecoa
Corpo inerte, estátua nua,
Escuridão que magoa.

Há nos traços da lembrança
Uma imagem que persiste,
Um sentir que não se cansa,
Uma dor que não resiste.

Do sentimento ferido
Essa dor agora levo-a,
Do caminho percorrido
Fica apenas uma névoa.

Juvenal Nunes





75 comentários :

  1. Linda poesia para um sentir tão intenso e dolorido! abraçoa, ótimo fim de semana! chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela presença e palavras de sentida apreciação.
      Desejo um ótimo fim de semana.
      Abraço de amizade.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  2. A solidão da alma pertinente aos seres sensíveis, amigo Juvenal.
    "Há nos traços da lembrança
    Uma imagem que persiste,
    Um sentir que não se cansa,
    Uma dor que não resiste."
    E, assim, vamos vivendo, com lembranças sentidas de um amor que não se apaga jamais.
    Bonito poema de um tema tão cheio de névoas por si si, salvo a solidão fecunda que a inspiração precisa e se regala.
    Tenha dias abençoados com saúde junto aos seus amados!
    Abraços fraternos de paz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito agradeço a simpatia da sua visita e a assertiva apreciação.
      Desejo muita saúde e um ótimo fim de semana.
      Abraço de fraterna amizade.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  3. Que lindas e sentidas palavras, gosto de versos intensos. Amei!!!

    Tenha um bom fim de semana.
    Abraço amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico grato com a sua visita e comentário de apreço.
      Abraço de amizade.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  4. Siempre estamos volviendo a nacer.
    Una belleza de publicación.
    Abrazos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço a sua visita e o elogioso comentário.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Obrigado, Ricardo, pela visita e comentário de apreciação.
      Bom fim de semana.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Obrigado pela visita e simpatia das palavras do comentário.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  7. O Juvenal é um poeta. E vai semeando por aqui os seus poemas e o bom gosto musical. Mas desta vez o video termina quando Elton John começa a cantar. Era para ouvirmos o que diz? De facto murmura qualquer coisa, mas não entendi.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela sua visita e simpáticas palavras de apreço.
      Agradeço a sua chamada de atenção para o problema do vídeo, que vou procurar resolver.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  8. Respostas
    1. Obrigado pela presença e elogiosas palavras.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  9. Beautiful words are gathering in this beautiful poem! Have a wonderful weekend.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Thank you for your presence and kind words.
      Friendly hug.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  10. Um dos meus poemas diz assim "A solidão é uma sala vazia, de tantos sonhos em vão, sem a vida sorria e desperte o nosso coração". O seu poema é belíssimo, a solidão não é uma escolha, mas todos já passaram ou passarão por ela um dia!
    Abraços amigo poeta!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita e palavras do comentário, que muito me sensibilizaram.
      Na vida temos, realmente, de estar preparados para tudo.
      Abraço de amizade.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  11. Excelente poema, amigo Juvenal!
    Nada pior que a solidão como companhia...principalmente quando nos é imposta.

    Parabéns!

    Votos de um excelente fim de semana!
    Abraço amigo.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico muito grato com a sua presença e com as assertivas palavras do comentário.
      Abraço de amizade.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  12. Brilhante Poema acerca dum tema marcante na vida da gente: a solidão.
    Reflexão que poderá fazer acordar os tristes das suas tristezas.
    Parabéns, Amigo.

    Abraço
    SOL da Esteva

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pela sua visita e incentivadoras palavras do comentário.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  13. Respostas
    1. Obrigado pela presença e comentário de apreço.
      Desejo uma boa semana.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  14. A solidão é sempre uma eterna companheira de vida,....
    O segredo é saber como lidar com ela.
    Gostei, Juvenal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita e reflexivo comentário.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  15. Solidão que se gravou com esta maldita infindável pandemia.
    Abraço, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela presença e assertivo comentário.
      Abraço amigo e votos de uma ótima semana.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  16. A solidão. Um tema tão de cada um. O estar só. O sentir-se só. a solidão com rosto... E o seu lindo poema, meu Amigo Juvenal.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A solidão, algo que se expande e fere fundamente cada ser humano, fazendo da humanidade um arquipélago de problemas.
      Seja sempre bem-vinda, caríssima Graça.
      Abraço de amizade.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  17. Solidão sempre é doída, mas sempre fará parte da vida de todos os seres, em algum momento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico muito grato pela presença e participativo comentário.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  18. Olá Juvenal! Vim agradecer-lhe a visita em meu blog. Grata pelo comentário trouxe-me uma bela reflexão!

    Chego aqui e já estou encantada! Um belo poema sobre uma das maiores dores que podemos ter neste mundo. Até para poemá-la é preciso ser forte! Parabéns pelos versos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço a sua simpática visita e as palavras gratulatórias do comentário.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
    2. Gratíssima pelo retorno poeta! Gostando de conhecer teus versos!

      Eliminar
  19. A solidão anda muitas vezes, de mão dada com a saudade, e elas acorrentam a alma e o coração.
    Palavras profundas e sentidas num tocante e belo poema.
    Um grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pela visita e compreensão demonstrada no comentário.
      Abraço de amizade.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  20. Quem nunca sentiu solidão na vida?
    É uma realidade que sentimos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou grato pela visita e comentário de apreciação.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  21. Respostas
    1. I am grateful for the visit and the kind comment.
      Friendly hug.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  22. Hola Juvenal , un poema precioso
    sabes como dirían hoy día muchas personas están solas aun que estén
    rodeada de tanta gente , y más en días y fechas muy señaladas navidades y año
    nuevo , y que estoy te deseo un feliz año nuevo 2022 , me alegro de volver a leerte , ya que te he perdido la pista , saludos de flor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço a sua visita e as sensibilizadoras palavras do comentário.
      É um gosto tê-la de volta.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  23. Muito profundo estes versos , alimento para a alma.Eu amo a solidão, poesia , ler.Obrigado tenha um ótimo dia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pela sua visita e palavras de apreço.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  24. A pior solidão é a acompanhada...

    Gostei do poema.

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela presença e pelas sábias palavras do comentário.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  25. Olá!
    lindos versos! Você tem o dom de transformar palavras simples em vibrações românticas que atingem o coração.
    Em boa hora!
    Uma saudação

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço a sua gentil visita e sinto-me lisonjeado pelas palavras do comentário.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  26. Cada uno de tus versos ha ido calando en mi alma Juvenal, sentir la ausencia de algun ser amado produce tal dolor que parece que el mundo se partierta..., es muy triste pero de todo se aprende y se sale
    Ojalá sea solo un poema
    Un abrazo
    Carmen

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico grato com a sua visita e com o assertivo comentário de apreciação.
      Abraço de amizade.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  27. Olá, amigo Juvenal.
    Passando por aqui, relendo este excelente poema que muito apreciei, e desejar a continuação de ótima semana com muita saúde.

    Abraço amigo.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seja sempre bem-vindo.
      Continuação de boa semana.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  28. Olá, Juvenal!

    Um poema em forma de quadras muito bem estruturadas.
    Solidão. Todos já a sentimos alguma vez na vida e dum dói, todavia estarmos acompanhados e sentirmo-nos sós também custa, todavia são dores diferentes, acho eu.
    Amália dizia quando era nova: mais vale só que mal acompanhada. Depois, quando mais velha, afirmava que mais vale mal acompanhada do que só.

    Gosto muito de ouvir Elton Jones, mas não conheço esta canção, contudo gostei.

    Abraço e bom fim de semana que já se aproxima.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É com muito gosto que a reencontro no novo ano que espero lhe corra de feição.
      Concordo com o que diz sobre a solidão. Já o grande Camões referia o que dizia ser «um solitário estar por entre a gente.»
      Também me parece que a grande Amália tem carradas de razão quando diz o que disse.
      Agradeço a globalidade do comentário de apreço.
      Seja sempre bem-vinda.
      Desejo um ótimo fim de semana.
      Abraço de amizade.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
    2. Olá, Juvenal!

      Como está? Espero que muito bem. Por aqui, tudo satisfatório.

      Desculpe, nem lhe desejei bom Ano Novo. Então, que continuemos esta amizade e esta troca de saberes.

      Abraço amistoso e Bom Ano Novo.

      Eliminar
  29. Porque será que a poesia nostálgica é tantas vezes a que mais nos seduz? Eis o exemplo nesta solidão que dói num maravilhoso cantar de poeta!
    Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico satisfeito com a sua visita e com o seu elogioso comentário, que agradeço.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  30. Olá, Juvenal, belíssimo poema, gostei muito!
    A solidão dó sim, quando ela chega, sem avisar e nos surpreende. Quando a escolhemos, há momentos que queremos um pouco de solidão, essa não causa dor, mas que seja sempre por pouco tempo.
    Contudo, sei qual solidão você fala, encontramos muito em idosos quando abandonados, é extremamente triste, nada natural essa sensação de abandono, sem dúvida.
    Um feliz fim de semana,
    abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico grato com a sua visita, com o seu apoio e com as considerações expressas.
      Bom fim de semana.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  31. Olá, amigo Juvenal.
    Passando por aqui, relendo este excelente poema que muito apreciei, e desejar um Feliz fim de semana com muita saúde.

    Abraço amigo.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Continuação de bom fim de semana.
      Seja sempre bem-vindo.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  32. Aprecio e valorizo o modo sério na descrição Poética. Solidão, é um estado de Espírito que, quando ultrapassado, é inspirador... mais.


    Abraço
    SOL da Esteva

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela presença e comentário de apreciação.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  33. Quem de nós em alguma fase, ou momentos da vida não experenciou essa tal de solidão?
    Seu belo poema, expressa o que muitos já viveram e ainda vivem a solidão que dependendo de cada um pode ser ruim, ou não.
    Parabéns pela inspiração, Juvenal, sempre nos trazendo uma poesia reflexiva e verdadeira.
    Beijo poético.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo, algo saiu errado quando publiquei o comentário.
      Vou refazer aqui >>>>>>>>>>>>>>> E quem de nós nunca vivenciou em alguma fase, ou momentos da vida essa experiência de solidão?

      Seu lindo poema, expressa que muitos viveram ou vivem , ainda, a solidão, que dependendo de cada um pode ser ruim, ou não.
      Parabéns pela inspiração!! , Juvenal, sempre nos trazendo uma poesia reflexiva e verdadeira.
      Beijo poético.

      Eliminar
    2. Agradeço a sua simpática visita e o seu elogioso comentário.
      Seja sempre bem-vinda.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  34. Momentos de soledad pasajeros, es algo que todos los humanos hemos tenido a lo largo de nuestra vida, pero esos momentos de soledad que se mantienen en el tiempo por la falta de alguien que ha sido muy importante en nuestra existencia, esos, por desgracia, solo los conocen aquellos que llevan una herida y un recuerdo constante grabado en el corazón.
    Bonito y profundo poema pese a la tristeza que encierra.
    Cariños.
    Kasioles

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço a sua visita e o seu expressivo comentário, que define bem uma das formas mais pingentes da solidão que o ser humano pode experienciar.
      Agradeço, também, todo o seu apreço.
      Abraço de amizade.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  35. um poeta sensivel
    rigoroso na forma, de recorte clássico,~
    que nos brinda com belisimos e expressivos poemas

    abraço amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, Manuel, pela sua amável presença e elogiosas palavras do comentário.
      Abraço amigo.
      Juvenal Nunes

      Eliminar