quarta-feira, 22 de janeiro de 2020



Dulcilóquo

  Há no teu peito colinas,
    A rescender madrugadas,
No aroma das boninas
           Das manhãs mais orvalhadas.

          Envolve-me nos teus braços, 
Para sentir a doçura
              Com que aplacas meus cansaços,
Nesse gesto de ternura.

A despetalar saudades,
Em completa sintonia,
      Congregamos as vontades
       Na mais perfeita harmonia.

     Quando o amor nos seduz
      Que ninguém dele se tema,
     Na vida o que nos conduz
       É nele que encontra o lema.

                          Juvenal Nunes

25 comentários :

  1. Bia tarde de paz, Juvenal!
    Congregar vontades na mais perfeita harmonia. Isso é muito lindo e revela Amor.
    Tenha dias felizes!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A obra de Deus ficou completa quando Ele criou o homem e a mulher à sua imagem e semelhança. Quando disse crescei e multiplicai-vos apontou um dos mais nobres sentidos da vida.
      Poéticas saudações fraternas.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Viver uma existência acompanhado para combater os tempos de solidão beneficia a nossa qualidade de vida.
      Grato pelo apreço.
      Saudações poéticas
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  3. Gostei muito do poema, pois fala de amor e sentimento.
    " Quando o amor nos seduz, que ninguém dele se tema," concordo em absoluto, pois a vida sem amor, é como terra árida!
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei da sua visita e do apreço demonstrado.
      Saudações poéticas
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  4. Olá, amigo Juvenal!

    Então, com um poema destes e estava tão "caladinho"-rs? Não pode ser-risos.

    Não conheço o termo, que dá título ao seu poema, mas suponho que é semelhante a solilóquio. Será? Então, é uma reflexão, neste caso escrita, dita em voz alta, doce e em forma de monólogo, assim, o entendi. Acertei ou nem por isso?

    Um poema muito bem escrito e onde o corpo da pessoa amada serviu de inspiração ao seu post. O amor é, de facto, o componente, o ingrediente que dá sabor, cor e odor à vida. "Cantemo-lo" a várias vozes.

    A imagem está perfeita para as suas palavras.

    Novo poema e vídeo no meu blogue. Se pretender, terei mto gosto na sua visita. Mto obrigada!

    Um abraço cordial e feliz, embora em Lisboa não haja sol. Está frio. E aí? No Douro deve estar mais, suponho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Céu

      Falando do título do poema direi que se afasta da ideia de monólogo, embora tenha que ver com a forma doce e suave da pessoa se expressar.
      O amor é incontornável na vida das pessoas e, portanto, é sempre um forte motivo inspirador.
      Tenho visitado o seu blog e continuarei a fazê-lo com gosto.
      Estamos no inverno e, aqui no norte, teem-se registado temperaturas muito baixas.
      Quero que receba um abraço caloroso, repleto de envolvências poéticas.
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  5. Um poema de amor cheio de delicadeza e sentimento. Tão belo!
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O amor é um dos sentimentos mais elevados de que o ser humano pode usufruir,por isso cantá-lo é enobrecê-lo.
      Retribuo o beijo de apreço.
      Saudações poéticas
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  6. Juvenal, gostei da sua poesia amorosa, ritmada e cantante.

    Dias confortáveis e felizes.
    Abraço
    ~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço a sua leitura e palavras de incentivo.
      Abraço de carinho
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  7. Um poema delicado e deliciosamente rimado, onde o amor faz partilha.
    Muito bonito de ler.
    Muito obrigada pela visita e apreciação.
    Beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço a leitura e a apreciação feita.
      Saudações poéticas
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  8. Caro Juvenal,
    Passando para conhecer o teu espaço na Web.
    Gostei do teu estilo de escrita.
    Depois lerei com mais minúcia tuas postagens mais antigas, pois, "passei a seguir, tuas Palavras Aladas".
    Um abraço!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Douglas,
      Muito obrigado pelas suas palavras, bem como pela sua adesão.
      Um abraço
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  9. Seguindo teu belo espaço e com lindo poema sensual que diz muito de sentimento, amor, a imagem inspiradora criou alma!
    Amei ler e voltarei para ler mais!
    Recebi sua visita e comentário, agradeço e deixo aqui abraços apertados!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É sempre bom ler palavras elogiosas.
      Agradeço à Ivone a sua simpatia e apreço.
      Grande abraço,
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  10. Belo poema
    a lembrar que tantos são os amores
    e o poeta que disse "amar uma pedra"

    ResponderEliminar
  11. Obrigado pela sua visita e leitura.
    Saudações poéticas,
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar
  12. Respostas
    1. Obrigado pela sua leitura e comentário.
      Um grande abraço,
      Juvenal Nunes

      Eliminar
  13. Juvenal,
    Que delicia ler aqui
    nessa manhã de domingo.
    Bjins
    CatiahoAlc./Reflexod'Alma
    entre sonhos e delírios

    ResponderEliminar
  14. Agradeço a visita e a simpatia do comentário.
    Saudações poéticas,
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar